domingo, 10 de janeiro de 2016

Abraço Apertado


Ela tem um sorriso inquietante
E sutilmente faz eu me inspirar
Pois a doçura que tem seu paladar
No momento abstrato eu sentia
O seu cheiro invadiu a ventania
Fez os galhos da vida balançar
E não há nada que eu possa comparar
Ao beijo da sua boca singela
E pouco tempo estando junto dela
Vale o resta da vida a esperar

Pois se tudo na vida tem sentido
O acaso às vezes surpreende
E ela foi o presente mais presente
Que o tempo me deixou contemplar
Os traços do seu rosto contornar
Minhas mãos perdidas se conter
Expressado num lindo amanhecer
Com teu olhar brilhante estampado
Tua respiração serena do meu lado
E no abraço, apertado transcender
 
 
 
Wagner França